Terça-feira, 26 de Setembro de 2017

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Loja Maçônica Washington Luis I 2694

Home » Notícias

Refletindo ações do dia a dia

 

Meus Irmãos, este trabalho foi compilado visando demonstrar alguns aspectos do nosso dia a dia com os quais lidamos e muitas vezes ignoramos, pois sempre buscamos saídas tangenciais, pois quem, dentre nos, já não se  deparou com situações que elevaram nosso nível de irritabilidade e nervosismo, situações estas muitas vezes tão banais que poderiam ser facilmente contornadas sem causar-nos males.

Com o dia a dia tão corrido, cada vez mais nos estamos sofrendo com que o foi denominado de  estresse e ataques de fúria.

O estresse ocorre quando nosso organismo responde a determinados estímulos que para ele representa circunstâncias súbitas ou ameaçadoras. Para lidar com esta situação o corpo reage e ativa a produção de alguns hormônios, dentre eles a adrenalina. Ficamos em “estado de alerta” e preparados para reagir.

Em questão de segundos os hormônios são espalhados por todas as células de nosso corpo, deixando os batimentos cardíacos mais rápidos e a respiração ofegante.

Se você acha que está estressado e não sabe o motivo, fique atento pois são  muitas questões que levam um indivíduo a ficar desta maneira. Algumas das principais e mais comuns causas do estresse são:

Discussões do Trânsito;

Problemas Financeiros;

Problemas Profissionais;

Problemas Familiares;

Problemas Pessoais;

Doenças na Família ou Pessoais

Correria;

Insegurança; e

Dificuldades de se relacionar (com chefes, colegas de trabalho, filhos, cônjuges, pais, etc);

Os sintomas podem aparecer sob diversas formas: mentais, físicas e sociais, e alguns dos sintomas do estresse são:

Cansaço;

Perda ou Aumento do Apetite;

Dores de Cabeça, Insônia, Sonolência;

Comportamentos compulsivos; Álcool, Drogas, etc;

Frustrações, Diminuição do rendimento;

Insatisfação com tudo;

Falta de concentração e memória fraca; e

Reclamações constantes, Sensação de monotonia;

 

Nesses momentos de grande estresse, é fundamental manter o controle e buscar maneiras para se relaxar e não fazer alguma besteira ou algo que futuramente possa vir a se arrepender.

É importante lembrar que, na maioria das vezes, descontamos em quem menos tem culpa na história.

Com uma rotina corrida como a de hoje as vezes é muito difícil ter um tempo só pra si. Simples tarefas como fazer uma refeição calmamente ou até mesmo ler um livro em paz tem se tornado cada vez mais esporádicas e difíceis de acontecer.

É tanta pressão, exigências, prazos e afins, que acabamos perdendo a noção de que o dia vai passando e nele só estamos acumulando estresse e coisas negativas. Seja, como dito, no trânsito, na faculdade, escola, trabalho, sempre terá algo ou alguém disposto a quebrar com a paz e tirar você do sério.

Como antes mencionamos, viver com toda essa irritabilidade é altamente perigoso para a nossa saúde. Problemas como ataques cardíacos, derrames e outros advém de situações de grande estresse – aliados a uma má alimentação, vida sedentária e situações semelhantes.

Se o velho truque de contar até 10 não está mais surtindo resultado tente as seguintes situações:

1-     Escute uma música que lhe agrade. Um som instrumental ou algo parecido. Pode ser aquela canção que te lembra aquela pessoa especial ou um momento mágico que você viveu.

2-     Pense você em outros lugares, transporte-se para um outro “mundo”. Você pode ler alguma coisa que lhe remeta a uma outra situação, como um livro.

3-     Saia pra dar uma volta, caminhar e respirar um pouco. Ver pessoas e olhar o movimento. Se possível, aprecie a natureza.

4-     Tome um chá ou alguma bebida que te faça ficar de “boca cheia”. Comer algo também serve, faça uma alimentação saudável;

5- Mude seus hábitos; tenha disciplina;

6- Deite mais cedo, durma mais;

Conduto, se ainda nenhuma dessas dicas der certo, tenha consciência de que muitas vezes ao ter acessos de raiva, quem acaba sofrendo mais são pessoas que você gosta e que, na maioria das vezes, não tem nada a ver com isso.

A emoção comanda as ações cotidianas da grande maioria das pessoas, mas ser conduzido pelas emoções pode ser desastroso em inúmeras situações. Imagine sua mente como um grande jardim, no qual você planta e cultiva o que colherá. Assim, para que seu jardim seja florido e belo será preciso saber o que plantar (saber escolher os tipos de pensamentos que nutrem sua cabeça), é importante saber e ter cuidado constante em retirar as ervas daninhas (ficar atento aos pensamentos negativos e contrários a seu bem estar, afastar-se de pessoas maldosas, mentirosas, invejosas e pessimistas),  deve-se adubá-lo e regá-lo com carinho, ou seja, dedicação constante para sua mente pensar e agir melhor, se pensar como campeão, como vencedor e como pessoa feliz e prospera,você se sentira como tal e certamente será uma pessoa melhor. Se você anseia por um mundo melhor, com menos injustiça, mais solidariedade, menos desigualdade, sem fome, sem violência, sem estresse, certamente tudo isso será possível, contudo temos que entender que as mudanças devem ocorrer dentro de nos mesmos, na nossa maneira de pensar, agir, sentir e viver.

O mais importante é viver a vida, e não levar as coisas tão a sério,  Ninguém pode, SOZINHO,  mudar o mundo, mas podemos mudar uma pequena parcela dele: esta parcela que chamamos de "Eu".

Não é fácil nem rápido...

Mas vale a pena tentar!

Particularmente afirmo que não tem sido fácil, contudo, eu tenho tentado e passo dia-a-dia desbastando a minha pedra bruta buscando soluções.

Para finalizar, gostaria de ler um pequeno teste de Dráuzio Varella que tem tudo a ver com o tema ora abordado, o texto chama-se:

 

A PORTA DO LADO
Por Dráuzio Varella
 
         Em entrevista dada pelo médico Drauzio Varella, disse ele que a
 gente tem um nível de exigência absurdo em relação à vida, que queremos
 que absolutamente tudo dê certo, e que, às vezes, por aborrecimentos
 mínimos, somos capazes de passar um dia inteiro de cara amarrada.
 
         E aí ele deu um exemplo trivial, que acontece todo dia na vida  da gente...
 
         É quando um vizinho estaciona o carro muito encostado ao seu na
 garagem (ou pode ser na vaga do estacionamento do shopping). Em vez de
 simplesmente entrar pela outra porta, sair com o carro e tratar da sua
 vida, você bufa, pragueja, esperneia e estraga o que resta do seu dia.
 
         Eu acho que esta história de dois carros alinhados, impedindo a
 abertura da porta do motorista, é um bom exemplo do que torna a vida de
 algumas pessoas melhor, e de outras, pior.
 
         Tem gente que tem a vida muito parecida com a de seus amigos,
 mas não entende por que eles parecem ser tão mais felizes.
 
         Será que nada dá errado pra eles? Dá aos montes. Só que, para
 eles, entrar pela porta do lado, uma vez ou outra, não faz a menor
 diferença.
 
         O que não falta neste mundo é gente que se acha o último
 biscoito do pacote. Que "audácia" contrariá-los! São aqueles que nunca
 ouviram falar em saídas de emergência: fincam o pé, compram briga
e não deixam barato.
 
         Alguém aí falou em complexo de perseguição? Justamente.
O mundo versus eles.
 
         Eu entro muito pela outra porta, e às vezes saio por ela também.
 É incômodo, tem um freio de mão no meio do caminho, mas é um problema
 solúvel. E como esse, a maioria dos nossos problemões podem ser
 resolvidos assim, rapidinho. Basta um telefonema, um e-mail, um pedido
 de desculpas, um deixar barato.
 
         Eu ando deixando de graça... Pra ser sincero, vinte e quatro
 horas têm sido pouco prá tudo o que eu tenho que fazer, então não vou
 perder ainda mais tempo ficando mal-humorado.
 
         Se eu procurar, vou encontrar dezenas de situações irritantes e
 gente idem; pilhas de pessoas que vão atrasar meu dia. Então eu uso a
 "porta do lado" e vou tratar do que é importante de fato.
 
         Eis a chave do mistério, a fórmula da felicidade, o elixir do
 bom humor, a razão por que parece que tão pouca coisa na vida dos outros
 dá errado."
 
         Quando os desacertos da vida ameaçarem o seu bom humor, não
 estrague o seu dia... Use a porta do lado e mantenha a sua harmonia.
 Lembre-se, o humor é contagiante - para o bem e para o mal - portanto,
 sorria, e contagie todos ao seu redor com a sua alegria.
A "Porta do  lado" pode ser uma boa entrada ou uma boa saída... Experimente!
 

JOSÉ FRANZONI JÚNIOR

M.´. M.´.

FONTES DE INSPIRAÇÃO:

Email´s recebidos de colegas

Livro: Ligue o Foda-se e seja feliz – Fabio Lemos.

Publicada em 11/08/2011.

Veja também:


Interpretação do encerramento ritualístico - R.E.A.A. - GOB / GOSP

A interpretação tem que ser de forma coerente pois ela pode nos levar a cometer erros, por exemplo, os que brigam por causa de religião, levam tato a sério que não conseguem entender o real significado. A famosa passagem da bíblia...
Ler mais »

Posse de diretorias 2015/2016

Diretorias da região de Batatais
Ler mais »

A Origem do numero de dias dos meses

Nos últimos tempos da sua monarquia, por volta do século VI a.C., os romanos adotaram um calendário baseado nas mudanças de fase da Lua, com 355 dias distribuídos em 12 meses. O ano começava em março e terminava em janeiro, sendo que os meses...
Ler mais »

Mais Notícias: 1 2 3 4 5 6 7



« Anterior